'Foi um processo terapêutico', diz Reynaldo Gianecchini sobre biografia

Escrito por Guilherme Fiúza, 'Giane - Vida, arte e luta' é sucesso de vendas em todo o país

Confira também o nosso blog.

Reynaldo Gianecchini sempre teve sua vida contada através de jornais, revistas e programas de TV, mas não desejava expor em um livro o mais delicado de sua vida, o tratamento que fez contra um câncer raro entre 2011 e 2012. Os convites foram inúmeros, todos negados, até que Guilherme Fiúza fez sua proposta.

"Lançar uma biografia não foi ideia minha. Jamais tive essa pretensão de contar a minha história, mas o Guilherme veio com uma proposta que achei que poderia ser um livro muito bacana”, contou Giane, no 'Altas Horas'.

Durante o processo de produção de 'Giane - Vida, arte e luta', que é sucesso de vendas em todo o país, o ator se reuniu com Fiúza inúmeras vezes, em longas entrevistas com ares de sessão de terapia. "Eu repassei minha vida inteira para o Guilherme com detalhes que nem lembrava. Foi um processo terapêutico para mim. Dá uma sensação muito estranha de compartilhar um monte de coisa, principalmente, porque tem pessoas envolvidas. No começo fiquei um pouco desconfortável, mas no segundo capítulo comecei relaxar, porque entendi que era tão legal aquilo e não expunha ninguém indevidamente", contou Reynaldo, que se tornou exemplo e inspiração para muita gente que enfrenta o tratamento contra o câncer.

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]