Polêmico, Ed Motta fala sobre nova geração da MPB: "Nefasta e cara de pau"

Cantor criticou o produtor musical Daniel Ganjaman em seu perfil no Facebook, nesta segunda (28)

Confira também o nosso blog

Ed Motta parece gostar de se ver envolvido em polêmicas. Nesta segunda-feira (28), o cantor fez críticas à nova geração da MPB utilizando termos, digamos, desrespeitosos. 

Em seu perfil no Facebook, o sobrinho de Tim Maia publicou um vídeo no qual canta a música 'Shake, Shake, Baby' e cita o ícone do funk Bootsy Collins. "O Bootsy Collins era meu assunto favorito quando eu tinha 17, 18 anos", afirmou Ed, antes de lançar as críticas. "Esse deve ser um dos exemplos do começo da minha carreira, em que tropecei, errei, etc, no julgamento do grande artista, músico, DJ Daniel Ganjaman, a eminência parda por trás de boa parte da submúsica modernex de hoje...", disse ele sobre o produtor musical que já trabalhou com o Planet Hemp, Seu Jorge e, recentemente, com Criolo, no aclamado álbum 'Nó na Orelha'. 

Em tom provocativo, Ed completou: "Ganjaboy, quando alguém dessa turma de que você faz parte realizar algo parecido com isso, pode deixar que eu vou reconhecer e vou sinalizar: 'Agora, sim, agora o Tio Ed gostou' (risos)". Para fechar, o cantor estendeu a crítica à nova geração da MPB: "Por enquanto, só engana os trouxas. Souza Lima [Conservatório Musical em São Paulo] urgente pra toda essa geração nefasta e cara de pau".

Não é de hoje que Ed Motta dá declarações controversas nas redes sociais. Em 2011, o cantor também utilizou o Facebook para expressar sua opinião e gerou muito bafafá. Na ocasião, ele disse: "[Estou] em Curitiba, lugar civilizado, graças a Deus. O Sul do Brasil, como é bom, tem dignidade isso aqui. Frutas vermelhas, clima frio, gente bonita. Sim, porque ôôô povo feio o brasileiro, (risos). Em avião, dá vontade de chorar (risos). Mas chega no Sul ou SP gente bonita compondo o ambiance (risos)". Ai, ai, ai...

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]