Ingrid Guimarães fala sobre cuidados nas cenas de sexo em 'De pernas pro ar 2'

'Sempre pensava no que não gostaria que minha filha visse', disse a protagonista do longa

Confira também o nosso blog.

Incluir cenas de sexo na dramaturgia sempre gera constrangimento e/ou tabu, seja por parte do público ou da produção. Mas como fazer um filme que tem sex shops como protagonistas sem falar de sexo? Ingrid Guimarães e a equipe de 'De pernas pro ar 2pensaram, pensaram e encontrou uma fórmula para agradar pais e filhos.

"A gente fala de sexo de forma familiar, sem baixaria. Eu sempre pensava no que eu gostaria que a minha filha não visse", disse a atriz, nos bastidores do 'Encontro com Fátima Bernardes'. 

A protagonista do longa acredita que a dosagem de palavrões e cenas de sexo também contribuiu para a redução da classificação indicativa para 12 anos (no primeiro filme da série, a censura era 14 anos). "Já que a garotada ia ver mesmo, a gente fez um filme que pega leve nas cenas e nos palavrões. Mas acho que o humor, de uma certa maneira, alivia e ameniza as cenas”, acredita a atriz.

A julgar pelo sucesso nas bilheterias, que já atingiu a marca de 2,7 milhões de ingressos vendidos, esta fórmula foi certeira.

Colaborou Beatriz Medeiros

[email protected]