Serjão Loroza negou convites para ser intérprete da Mangueira e da Portela

Cantor acredita que artistas não podem roubar o espaço dos integrantes da comunidade das escolas

Confira também o nosso blog.

É fácil ser envolvido pelo clima do Carnaval ao ouvir uma música na voz de Serjão Loroza. Também pudera, o cantor é nascido e criado em Madureira e frequenta a quadra da Império Serrano desde o primeiro choro, mas, apesar de amar a folia de Momo, já recusou convites para ser puxador de escolas de samba. "

Nem eu, nem artista nenhum temos direito de roubar a cena no Carnaval, que é da comunidade. É o momento dos integrantes das comunidades brilharem. É até aceitável ter artistas no carro alegórico, mas roubar a cena à frente da bateria não dá", disse Serjão, antes de entrar no estúdio do 'Mais você' de Ana Maria Braga. 

Entre as escolas que já convidaram Serjão para ser a voz oficial de seus sambas enredo, estão a Portela, a Império Serrano e a Mangueira, que, no Carnaval 2013, levarão para a avenida os intérpretes Gilsinho, Nêgo e o trio Luizito, Ciganerey e Zé Paulo Sierra, respectivamente. 

[email protected]