Continua a polêmica do uso exagerado de Photoshop. Agora, com Keira Knightley

Os seios da atriz na revista 'Allure' e os casos de acusações de manipulações de imagens este ano

Confira também nosso blog

Mesmo que dentro do recheio da revista Allure de dezembro Keira Knightley tenha dito que não tinha problema nenhum em mostrar os seios nos sets de filmagem, o ensaio da atriz na publicação está dando o que falar. Pela sétima arte, a atriz britânica, que está no filme Anna Karenina, declarou: "Eu sou bem rigorosa com o que é exposto. Nada da cintura para baixo! Eu não me importo em mostrar os seios, porque eles são tão pequenos. As pessoas não estão interessadas nisso". É, mas não é bem assim que a banda toca. Apesar de revelar ainda que, muitas vezes, já deu de cara com cartazes de filmes nos quais os designers exageram no aumento de seus seios, a atriz, agora, se vê em outra polêmica, que já corre na internet. Dizem que o famoso Photoshop ocultou um de seus mamilos. A capa da revista está dando o que falar e a direção da Allure já declarou que nada foi retocado. Confira você mesmo: 

Só nos últimos meses a gente mostrou aqui que antes, Katie Holmes era discreta, passava tranquilinha, sempre muito bem acompanhada do bonitão do ex-marido Tom Cruise. Mas foi só o romance terminar que a atriz ficou bem saidinha. Agora, que é estilista da marca que leva seu próprio sobrenome, Holmes & Yang, junto com a estilista veterana Jeanne Yang, a mãe de Suri quer todos os flashes voltados para ela. Mas pode parar lá! Cadê o sal? A atriz foi escolhida para ser o recheio e a capa da revista Harper's Bazaar russa do mês de outubro. Apesar do corpo invejável e os cabelos longos e sedosos, o Photoshop pegou pesado. Apagou toda a expressão da atriz - apesar de que nem toda a correção do mundo, apaga essa cara de quem comeu e não gostou nem um pouquinho! 

O Photoshop já foi um grande aliado de revistas e campanhas de grandes marcas. Mas, depois que seu uso se tornou exagerado, não só vemos a divulgação de erros como campanhas foram retiradas de divulgação. Após a campanha da Lancôme, estrelada por Julia Roberts, e a da Maybelline, estrelada por Christy Turlington, a CoverGirl com Taylor Swift foi vetada! A estrela da campanha teve cílios e rosto, visivelmente, manipulados. 

A National Advertising Division afirmou que a publicidade do Natureluxe Mousse Mascara, da linha Natureluxe, da CoverGirl, afirmou que o Photoshop foi escandaloso. "É estabelecido que demonstrações de produtos em propagandas devem ser verdadeiras e precisas, e não pode ser melhorado em programas de edição", disse o porta-voz da NAD. A tal campanha prometia uma máscara para cílios capaz de dar volume e com uma composição 20% mais leve que as concorrentes.

No início do ano, a marca francesa Make Up Forever fez exatamente o oposto: campanha de uma base, que estava lançando, sem utilizar tal programa. Será que essa tendência pega e ao invés do uso indiscriminado de Photoshop, voltaremos a ter imagens mais reais ou próximas do real?

[email protected]