Festival do Rio: ‘Gonzaga, de pai para filho’ promete sacudir cinema nacional!

Longa-metragem de Breno Silveira abre a mostra carioca, hoje (27), em sessão de gala, no Cine Odeon

Confira também o nosso blog

Cinéfilos cariocas e turistas de passagem pela Cidade Maravilhosa que desejem assistir a bons filmes, atenção: de hoje (27) até o dia 11 de outubro, será realizada a 14ª edição do Festival do Rio, uma das mostras de cinema mais importantes do Brasil, na qual 400 produções cinematográficas de cerca de 60 países serão exibidas, em salas espalhadas pela capital fluminense.

Para abrir o festival, nesta noite, em sessão de gala no clássico Cine Odeon, o filme escolhido foi Gonzaga, de pai para filho. Dirigido por Breno Silveira, de Dois Filhos de Francisco, fenômeno do cinema nacional que ultrapassou a marca dos 5 milhões de ingressos vendidos, o longa-metragem fala sobre a relação intensa do pai Gonzagão e filho Gonzaguinha, dois mestres da MPB, baseado em conversas entre os dois gravadas em fita cassete pelo herdeiro e também no livro Gonzaguinha e Gonzagão — Uma história brasileira, de Regina Echeverria.

A superprodução rodada no nordeste e no Rio de Janeiro, contou com um orçamento de R$12 milhões, valor muito acima do que costuma ser gasto em longas-metragens brasileiros e promete compensar monetariamente cada centavo gasto. Se o sucesso de Dois Filhos de Francisco se repetir desta vez, já vai ter valido a pena: o filme sobre a dupla Zezé Di Camargo e Luciano, lançado em 2005, arrecadou mais de R$ 36 milhões de reais com bilheteria, além de ser o terceiro longa mais assistido no Brasil desde 2000, segundo dados do portal Filme B.

Muita expectativa se concentra no lançamento do novo longa de Breno Silveira, que estreia no dia 26 de outubro no circuito nacional, principalmente porque nosso cinema está em baixa neste ano. Ainda de acordo com o portal Filme B, até o fim de agosto, os filmes brasileiros venderam 6 milhões de ingressos e geraram R$ 62,1 milhões de renda. 

Em relação a 2011, a queda foi de cerca de 50%, tanto em público quanto em arrecadação. Por enquanto, o maior sucesso nacional de 2012 foi E aí... Comeu?, de Felipe Joffily, com 2,5 milhões de ingressos vendidos e R$ 25,8 milhões de arrecadação total. Ótimos números, mas que não são suficientes para recuperar o mercado, em fase difícil, motivada pela baixa procura dos espectadores por produções brasileiras.

Além de Gonzaga, de pai para filho, muito do que há de melhor no cinema nacional e estrangeiro será exibido por aqui durante o Festival do Rio. Então, é melhor separar um tempinho para ler a programação da mostra, escolher o que deseja assistir e se jogar. Quer saber mais informações sobre todos os filmes e locais de exibição? É só entrar aqui. E bom Festival, Rio! 

[email protected]