Ex-empregados de Shakira processam cantora e pedem US$ 240 mil de indenização

Confira também o nosso blog.

Todo mundo quer um pouquinho da conta bancária de Shakira. Depois que seu ex-namorado, Antonio de la Rúa, iniciou um processo pedindo US$ 150 milhões de indenização, dois ex-funcionários da casa da cantora em Bogotá, na Colômbia, também pedem alguns milhares de dólares.

O cozinheiro e motorista Davier Hernández e a cozinheira e faxineira Maritza de Ávila acusam Shakira de calúnia e pedem 'apenas' US$ 240 mil e US$ 160 mil, respectivamente. 

Os ex-funcionários alegam que, ao serem demitidos, a cantora afirmou que estava sendo extorquida, mas eles garantem que a demissão rolou depois que eles se negarem a cozinhar um frango para a loura no meio da madrugada, o que gerou em uma séria discussão. 

Maritza e Davier, que trabalharam com Shakira por 24 e 11 anos, respectivamente, dizem ainda que recebera ameaças de morte após a demissão. A loura está fora da Colômbia e deve ser notificada sobre o processo ainda nesta semana. 

[email protected]