Dragão Fashion Brasil começa com o primeiro reality show de uma semana de moda

No Ceará, a semana de moda inova com um projeto que tem à frente Jum Nakao

Confira também o nosso blog

O Dragão Fashion Brasil (DFB), um dos mais importantes eventos de moda do Nordeste, realizado em Fortaleza, no Ceará, começou ontem, segunda-feira, dia 9, com muitas novidades. A principal trata-se de um reality show, produzido em uma semana de moda, batizado Indústria Criativa, com o estilista e diretor de criação Jum Nakao, que coordenará a ação de 20 participantes (inscritos no site e selecionados pela avaliação de trabalhos enviados). Eles criarão uma coleção, que será apresentada na sexta-feira, dia 13, último dia do evento. O processo criativo e a construção do desfile podem ser acompanhados por todos os convidados, bem como virtualmente, no site do DFB (www.dfhouse.com.br). 

O start nas passarelas foi dado por cinco marcas: João Sobarr, Kza do Dragão, Sá.Maria, Ivanildo Nunes e Mar Del Castro. João Sobarr, que foi o primeiro a abrir os trabalhos, apostou em modelagens amplas, ombros estruturados, muitos recortes e no mix de texturas e tecidos. Na cartela de cor, o branco e o vermelho davam uma quebrada no preto, que dominou a maioria das peças. As formas foram inspiradas na personagem Lúcia de Silvana Mangano, do filme Teorema, para dar vida às mulheres decididas que se entregam aos prazeres da carne, mesmo sabendo que as consequências virão, reconhecidas como o público alvo pelo próprio estilista. 

No desfile da Kza do Dragão, o artesanato regional continua sendo um destaque na coleção bastante étnica com pegadas urbanas e cosmopolitas, como saias e blusas douradas. Nas passarelas, muito crochê, estampas, franjas, maxi colares de miçangas e cores que lembram a terra, como o marrom, ocre, laranja, verde e etc. Para esta temporada, Claudio Silveira, criador da marca e organizador do evento, contou com a participação de Lindebergue Fernandes para montar a coleção.

A Sá.Maria embarcou no mundo mágico do livro de Peter Soyer Beagle, “The Last Unicorn” (O Último Unicórnio), para apresentar uma coleção com predominância de vestidos, longos ou minis, esvoaçantes, transparentes, com muitas fendas e aplicações de materiais como couro e tachas, em braceletes e gargantilhas assinadas pelo designer Pietro Tales

Ivanildo Nunes criou para mulheres fortes e femininas, que usam vestidos rosa pálido, esvoaçantes, com bordados ou looks pretos em couro com desenhos vazados. Peles, transparências, modelagem mais justa (ou pelo menos mais próxima ao corpo) também compuseram a coleção.

Para encerrar o dia, a marca de moda praia Mar Del Castro trouxe peças mais comportadas, sem vazados ou decotes muito grandes. As hot pants foram a sensação do desfile, na verdade, acompanhadas ou de camisas transparentes ou casaquinhos. As saídas de praia ganharam estampas e tamanho, sim, todas longas, até o pé. É, estaremos cobertas, muito bem cobertas.    

[email protected]