Bafo! Governo do Maláui não quer saber de projeto educacional de Madonna 

Projeto da loura de construir 10 escolas no país enfurece o Ministério da Educação local

Confira também o nosso blog.

Há seis anos, Madonna visitou o Maláui, se encantou pelo pequeno David Banda e o adotou. Três anos depois, a história se repetiu e Madge adicionou mais um membro à sua família depois de uma visita ao país africano: a fofa Mercy James.

A relação da Rainha do Pop com o país tinha tudo para ter mais um capítulo feliz, quando a loura anunciou que pretendia construir dez escolas por lá, mas, de acordo com um site americano, o governo do Maláui já declarou que não quer saber de Madge. 

Segundo a porta-voz do Ministério da Educação do Maláui, Lindiwe Chide, o governo local está irritadíssimo com Madonna, que chegou a rascunhar o projeto de uma escola para meninas na capital, Lilongwe, mas não informou o governo que abandonaria o barco. 

"Agora ela decide anunciar que planeja construir dez escolas sem ter a nossa autorização. Nós sentimos que tudo isso é só uma maneira de promover a imagem dela para o mundo e não uma preocupação conosco", disse Chide. 

"Ela não tem o direito de decidir onde quer escolher uma escola, já que não sabe quais são as nossas necessidades e onde queremos novas escolas. Primeiro, ela precisa nos consultar e conseguir a nossa permissão antes de fazer qualquer coisa", finalizou. 

[email protected]