Primeiro dia da semana de moda de Paris: um pequeno 'esquenta'!

A semana na capital francesa foi aberta com estilistas que ainda estão mostrando quem são...

Confira também o nosso blog

A semana de moda de Paris começou ontem, terça (28), com os desfiles dos estilistas e marcas mais jovens. Em geral, o que se espera dos “novatos” é que apresentem coleções mais impactantes, exatamente para chamar atenção e mostrar o estilo de cada um(a). Mas...não foi isso que vimos na capital francesa: o que estava nas passarelas eram coleções coerentes e firmes. 

O que deixou a desejar, entretanto, foi a cartela de cores. A grande maioria das coleções veio toda preta, com alguns pontos de cor: azul, verde, dourado, laranja e, claro, o branco.

O belga Cédric Charlier, um dos mais experientes do primeiro dia, foi um dos poucos que não fez uma coleção regida por uma cor só. O que foi visto foram roupas bem justas, a grande maioria com comprimento midi e, praticamente, a mesma estrutura em todos os looks. Na cores: o preto, branco, azul, dourado marcaram presença e um colorido bonito nos vestidos estampados. A cintura estava bem marcada por cinto ou faixas.

Anthony Vaccarelo apostou em alfaiataria, vestidos, bem justos e desconstruções dos mesmos. Os recortes também tiveram bastante destaque. Os comprimentos das roupas eram, ora compridos, ora curtos, curtíssimos. Na cartela de cor, muito preto, azul marinho, alguns looks em verde e dourado. Além de muito brilho e transparências.  

E, por fim, Julien David trouxe as tendências em voga para as passarelas: roupas volumosas com a cintura bem definida, marcada. Comprimento midi e uma coleção em preto, branco e cinza, com cores pontuais, como: amarelo, verde e azul. O começo em Paris é assim mesmo, meio devagar, mas daqui a pouco a coisa vai estar pegando fogo com as grandes e poderosas maisons.

[email protected]