Na série da HBO 'Preamar', Allan de Souza Lima vira barraqueiro em Ipanema

Para minissérie de Estavão Ciavatta, o ator trabalhou em uma barraca na praia do Pepê por um mês

Confira também o nosso blog.

Um dia ensolarado no Rio de Janeiro e você vai relaxar na praia do Pepê, pede uma água de coco e quem leva o pedido até você é o rapaz Allan Souza Lima, que passou um mês trabalhando na Barraca do Arlindo, naquele pedacinho da praia da Barra, como parte do laboratório para o seu personagem na série Preamar, que estreia na HBO em 2012.  Durante 31 dias, a rotina do ator começava por volta das 7h, quando tinha de montar a barraca na praia, e, dali em diante, ficava ‘na areia’ levando caipirinhas, cadeiras de praia e água de coco até os clientes. “Aprendi até a bater a cadeira ‘do jeito certo’ antes de armar, para não espalhar muita areia. Mas o mais legal foi conseguir captar o olhar das pessoas que, quando me questionavam porque eu estava ali, respondia: ‘a vida de ator está difícil e eu estou aqui para ganhar uma grana’” conta Allan, que terminava seu expediente com o sergipano Ailton por volta das 18h, depois de desarmar e guardar a barraca, claro. “O Ailton é um cara muito bacana e aceitou na hora me ter lá fazendo laboratório, sem receber nada em troca. Sem falar que ele também é nordestino, né?”, disse o ator pernambucano.

A minissérie de 13 episódios dirigida por Estevão Ciavatta, que também assina o roteiro com Patricia Andrade e William Vorhees, conta a história de Velasco, um empresário do mercado financeiro que perde tudo o que tinha na crise que abalou a economia em 2008. Do único bem que lhe restou, um apartamento na Vieira Souto, Velasco (vivido por Leonardo Franco) vê a oportunidade de ganhar dinheiro nas areias da praia de Ipanema, como barraqueiro. Mas, para preservar sua imagem, quem trabalha no pedaço de areia do economista é Allan, ou melhor, seu personagem Rai. O rapaz aparece em Ipanema a convite do Xerife, o comandante das areias da praia, interpretado por Roberto Bonfim. “Eu sou o ‘laranja’ do Velasco e venho para substituir outro barraqueiro. Mas não vou contar mais do que isso para não estragar”, despista Allan, que tem na série produzida pela Pindorama sua primeira experiência com ares cinematográficos.

Os episódios gravados entre os postos 9 e 10 só vão ao ar no segundo semestre do ano que vem, quase um ano depois que Allan recebeu a ligação para fazer o teste para o papel de Rai e se jogou na mudança de visual do personagem, com direito a mechas louras no cabelo castanho e cavanhaque. “Foram seis meses de gravações exaustivas, das 6h às 18h, na praia. Mas eu curti muito o trabalho”, lembra. O resultado a gente vai conferir depois daquela passadinha na praia com céu azul que só o inverno carioca pode nos dar. 

[email protected]