Black Eyed Peas atravessa o ritmo e faz show cansativo no SWU

Confira também o nosso blog.

Faltou fôlego. E bom senso. Assim pode ser resumido o show do Black Eyed Peas, encerrando a primeira noite do festival SWU, em Paulínia. Com um clima de despedida no ar, dissipado com um "Nunca acreditem em tudo que vocês leem, BEP pra sempre" proferido por Will.I.Am, a performance da banda foi marcada pela quebra de ritmo causada pela necessidade de Fergie e do próprio Will.I.Am em terem voos solo.

O trecho em que o rapper tornou-se DJ pode ser considerado o grande momento anticlimático do primeiro dia, competindo arduamente com a troca de roupa de Fergie antes da entrada para "Big girls don't cry'. 

Em nome da individualidade, o Black Eyed Peas abriu mão de um grande show, que poderia ser costurado por sequência infindável de hits. 

Mas tudo faz sentido se acreditarmos nos boatos de fim de carreira do BEP. A não ser que você queria seguir o conselho editorial de Will.I.Am. É uma questão de escolha.

[email protected]