HT na TV: a polêmica sobre o salário de Celso Portiolli no SBT

Emissora nega que ele teve salário reduzido na renovação de contrato assinada ontem

Confira também nosso blog

Ontem terminou a indecisão sobre o destino do programa Domingo Legal, do SBT com a renovação de contrato de Celso Portiolli. E o que soubemos é que ele continua com vínculo trabalhista com a casa de Silvio Santos e que os R$ 200 mil que ganhava, anteriormente, foram bem (e põe bem nisso) reajustados. Assim termina mais uma série de histórias de que a proposta da emissora era que ele tivesse um salário simbólico de R$ 1 para ser, na realidade, sócio de Silvio, dividindo despesas e lucros gerados pelo Domingo Legal. Com exceção de Ratinho e Raul Gil, que trabalham nesse esquema de sociedade, todos os outros apresentadores da casa são contratados, segundo a assessoria de comunicação do SBT. Por falar em SBT, todos nós sabemos que agora a história é outra. O cinto está apertado na emissora e a gestão passou a ser bem empresarial. Novos formatos de programas, que Silvio adorava testar a todo momento, só são comprados mediante o real interesse da casa. Além disso, acabou também a farra de comunicadores apresentarem pilotos de programas (e para isso Silvio também desembolsava uma grana) como água. Agora, só se o antigo homem do Baú realmente bater o martelo.

[email protected]