Lilia Cabral, sobre Griselda, sua personagem em 'Fina estampa': 'Deixo o bigode lourinho para não ficar tão feia'

Em entrevista à 'Marie Claire', ela confessa que não aceitaria o papel se fosse há 20 anos

Confira também o nosso blog.

Que Lilia Cabral é destaque na teledramaturgia brasileira nós já sabemos faz tempo, mas pare e pense: Griselda, sua personagem em 'Fina estampa', é a primeira protagonista que esta verdadeira diva de nossa televisão encarna em sua carreira! 

'Sinto-me tão protagonista das minhas peças que, na TV, nunca pensei em ser a principal. Meus papéis sempre foram bons e, de alguma maneira, cresceram na trama, o que para mim já era motivo de orgulho. Por isso, juro que não senti aquele ‘uau, que máximo, chegou minha vez'. Palavras de Lilia à revista 'Marie Claire', em entrevista que também comentou sobre  a chance de recusar o papel, caso o convite rolasse há 20 anos. 'Não conseguiria me despir da vaidade que toda mulher tem de querer ficar bem no vídeo. É difícil emprestar seu corpo para outra pessoa, ainda mais quando ela é bem diferente de você. Hoje, faço com tranquilidade. Não me preocupo com a luz, com o ângulo que me deixa melhor, o suor. Se fosse mais jovem, ficaria grilada. Poxa, agora tenho bigode'.

Mas, para atenuar o 'bigode', Lilia usa alguns truques: 'Deixo lourinho para não ficar tão feia e, na hora de gravar, passo um rímel bronze que o deixa mais escurinho. A sobrancelha, que eu tirava xingando porque dói, não vejo a hora de voltar a tirar. Mas essa coisa tipo taturana é um horror, então passo um rímel transparente em cima dela e vou vivendo'.

[email protected]