Natalia Klein, a psicótica adorável

Batemos um papo com a atriz e roteirista da série do Multishow que começou em um blog

Confira também o nosso blog.

Numa noite um tanto fria, a janela do MSN está piscando e o sorrisinho no canto da boca entrega que quem está do outro lado da tela é um flerte. Mas e se a VPIM (velocidade das piscadas no ícone por minuto) começa a diminuir, é a hora daquela saída estratégica, para não deixar o papo amornar de vez. Daí, como uma facada no peito, a resposta para o seu “Tô indo” vem em forma de um “vai, vai”, sem direito a carinhas tristes ou risos engraçadinhos no final da frase dele. Sua reação é bloquear o rapaz de vez da sua vida ou sair chorando pitangas por aí? Natalia Klein preferiu desabafar com um amigo em outra janela e acabou criando o blog Adorável Psicose. “Fiquei bem chateada com a situação e fui especular sobre o que havia acontecido com um amigo. Aí ele disse: “ah, você é psicótica”. E eu, na hora, respondi: “sou psicótica, mas sou adorável, tá?”, nos conta a roteirista e atriz quando perguntamos de onde tinha surgido o nome do blog.

Quando estava prestes a se formar na Escola de Comunicação da UFRJ, Natália foi parar na bancada de roteiristas do Zorra Total, mas lá, começou a sentir vontade de dar vazão aos seus textos mais autorais. “Sentia muita falta de um espaço para as minhas coisas, porque no Zorra o trabalho é coletivo. Daí comecei a escrever no blog, mas não esperava que todo mundo fosse ler, até porque comecei a mostrá-lo só para amigos”, lembrou. Da divulgação na base do boca a boca o nome do blog foi parar em grandes veículos de comunicação e, em seguida, para as chamadas nos intervalos da grade de programas do Multishow.

A junção dos fatores formatura-na-faculdade+vontade-de-fazer-vídeos-para-o-blog impulsionou Natalia a fazer dois curtas de cinco minutos que ilustrassem textos que havia escrito. Mas na hora de postá-los bateu um ciuminho dos filhos criados com tanto carinho. “O resultado dos vídeos foi muito melhor do que eu esperava e eu resolvi vendê-los, até que o Multishow se interessou”, lembrou a roteirista e atriz da série homônima cujos episódios da segunda temporada vão ao ar nas noites de quinta-feira. Os fãs da série podem ficar tranqüilos porque os episódios da terceira temporada já estão sendo escritos. “Disseram outro dia que eu aproveito para colocar tudo o que eu quero fazer no roteiro e é isso mesmo. Realizo todos os meus sonhos de criança! No episódio dessa semana, por exemplo, fui a Mary Poppins e ainda tem a Cinderela e a Marlene Dietrich vindo aí”, adiantou.

Sabemos que você conhece o rosto da psicótica de outra atração. Ela é, sim, a Nikita de Macho Man depois que Alexandre Machado, roteirista da série global, adorou sua atuação na série do Multishow. “Eu sinto um peso muito maior quando estou atuando com o texto de outra pessoa. No começo das gravações eu tinha muito medo de fazer tudo errado, de não atender às expectativas deles”, revelou. “Sem contar que a estrutura da Globo é enorme, enquanto eu gravo do Adorável com os meus amigos, em locações pequenas”.

Enquanto a Natália psicótica é alegre e brinca de pin up em seus figurinos, Nikita é uma gótica bem sombria, mas não pense que elas não tem algumas coisas em comum. “As duas são malucas e devaneiam muito, mas acho que as loucuras da Nikita se parecem mais comigo. É uma loucura mais violenta, mais agressiva”.

Não precisa ter medo, gente. Como ela avisou ao amigo aquele dia no MSN, Natalia é a-do-rá-vel.

[email protected]