Público se despede da 13ª edição do Festival do Rio 

Até o dia 27 ocorre a repescagem, com mais de 60 filmes exibidos durante o evento

Chega ao fim mais uma edição de um dos maiores festivais do mundo. Depois de duas semanas, 428 filmes e 34 salas, já há quem sinta saudade de passar os dias (tardes e noites) nos cinemas, fazer da pipoca e refrigerante a principal refeição do dia e conhecer um pouco das nossas e de diversas outras produções dos 60 países apresentados no Festival do Rio 2011. 

Então, para relembrar aos cinéfilos tudo (ou quase tudo) que rolou durante as 18 mostras, o Jornal do Brasil aponta as mancadas e acertos da organização do Festival. 

Teve crítico perdendo filme, esperando horas para conseguir trocar ingresso, cópia que não rodou, sem contar as sessões canceladas e as temíveis filas (!!!). Mas o circuito aumentou e foi difícil não encontrar na longa lista um filme que agradasse ao espectador.

>> Confira as mancadas e os acertos do Festival do Rio 2011

Mas convenhamos que reunir nomes como Pedro Almodóvar, Gus Van Sant, Martin Scorsese, Todd Solondz, Asghar Farhadi, entre outros grandes diretores em uma mesmo festival não é para qualquer um. Difícil encontrar alguém que não ache que tudo valeu a pena.

Mas o que mais valeu mesmo foi assistir a filmes que não estamos acostumados a ver no circuito. Documentários de tirar o folêgo e longas de roteiro, direção, atuação ... impecáveis. 

Como todo mundo adora um ranking, separamos alguns dos melhores e piores longas que não serão esquecidos pelo público, para o bem ou para o mal. Em destaque A pele que habito, de Pedro Almodóvar, o mais procurado dentre todos os outros e, não a toa, escolhido para abrir o evento. 

>> Saiba os melhores e piores filmes do Festival do Rio 2011

Sem querer entrar no clima de despedida, mas já entrando, o Festival acabou, o que foi celebrado na última segunda-feira (17). O público do Odeon Petrobras, onde ocorreu a cerimônia de encerramento, pode curtir Raul: O início, o fim e o meio, que deliciou espectadores de uma sala lotada com gritos de "Toca, Raul!". 

>> 'Raul: O início, o fim e o meio' é ovacionado em encerramento do Festival 

Mas ninguém precisa se desesperar. De hoje até o dia 27, ocorre a repescagem do Festival. Mais de 60 filmes serão passados novamente para quem não teve a oportunidade de conferir. Então se você perdeu algum, não vai dar um mole desses de novo, né.

>> Confira os filmes que entram na repescagem

Julia Moura e Maria Eduarda Ornellas