Mais uma brasileira em Paris: Barbara Casasola

Paris - No domingo em que desfilaram estrelas como a marca John Galliano, Chloé e a australiana Collette Dinnigan, além dos luxos de Andrew GN, a novidade nacional da semana de Paris é a gaúcha Barbara Casasola. Há 10 anos ela veio estudar na St. Martin, a escola de moda de Londres, trabalhou com Roberto Cavalli, Lanvin e na See by Chloé e está na terceira coleção da grife própria, baseada em Londres. Apoiada pela ABEST (Associação Brasileira de Estilistas), Barbara montou a instalação com modelos na Embaixada brasileira.

A imprensa internacional compareceu para ver seus longos com franjados de viés de cetim, costurados um a um; o casaco plissado de lã, “que precisou de 12 metros de tecido!”, comentou Barbara, que aposta em contrastes de tecidos leves e pesados, de roupas com costas em tecidos diferentes da frente e em tons como Mint, Lavender e Violet (um verde-menta, um lilás e o violeta). “Quem gosta da minha roupa entende a qualidade do trabalho, valoriza o toque da seda, entende os pequenos detalhes de cada peça”, explicou a designer, que vende seus modelos na Inglaterra ao preço médio de 1.500 Libras (cerca de R$ 4.470), nas lojas. No final da volta pela sala, ela mostra os vestidos de freira. “Parece um hábito de freira, mas no lugar da pala há a transparência”. No Brasil, a coleção da Barbara está à venda na Choix, loja conceito em São Paulo.





Vários estilistas brasileiros já passaram pelas semanas de desfiles de Paris: Walter Rodrigues, Alexandre Herchcovitch, Ocimar Versolato, Pedro Lourenço, Inácio Ribeiro (na Cacharel), Francisco Costa (em Oscar de la Renta) e agora temos a contribuição feminina de Barbara Casasola