Sem Disney, mas com parque e os sapatos coloridos para os homens

Sem lugar nos vôos, dinheiro curto depois de pagar o IPVA e as matrículas da garotada, enfim, a tão sonhada viagem para Orlando para se esbaldar na DisneyWorld ficou para julho? Ah, tentem o Hopi Hari, parque em Vinhedo, a 30 minutos de São Paulo e a 15 de Campinas (dá para ir de Azul, do Santos Dumont e pegar o ônibus especial do Parque): no Carnaval, de 18 a 21 de fevereiro, foi preparado o Passe Livre, passaporte válido para os quatro dias, por R$ 99. O parque se divide nestas regiões: Infantasia, com personagens famosos do Looney Tunes (Pernalonga, Frajola, Piu-piu), Mistieri, com um Tiranossauro-Rex que parece de verdade; Wild West, Kaminda Mundi e Aribabiba.

Os loucos por montanhas-russas podem se despencar na Montezum, a quinta maior montanha-russa de madeira do mundo e a La Tour Eiffel, que cai de uma altura de 69 metros (www.hopihari.com.br)

Gracinhas carnavalescas

Quem vai assistir às escolas de samba pela TV vai se divertir com as sugestões da Imaginarium. A série temática de Carnaval propõe o caixote engradado de cerveja de cartão, que na verdade é um banquinho ou mesinha; a capa para tablete com estampa de confetes; a almofada massageadora em forma de pilha e o mais engraçado, o abridor de garrafas que serve de...gravador! (Imaginarium: shopping da Gávea)

Meus pés me matam

Ai, ai, que dor nos calcanhares, depois de muito pular nos blocos. Se for este o caso, marque uma hora para fazer a massagem Raízes, no W SPA (Rio Design Barra). Trata-se da manipulação dos pontos dos pés que estimula a ação reflexa nos órgãos e ainda tonifica com a hidratação com óleos essenciais de alecrim e hortelã    

Os homens pisam coloridos

Linda, a coleção de mocassins que o Eduardo Guinle desenvolveu em camurças coloridas. Quem prefere o sapato sob medida pode escolher entre 43 cores, entre neutras, claras e fortes. Estes modelos ainda ficam mais elegantes quando completados por bridões na gáspea (3322-6775 / Fashion Mall)