Estilista português é o melhor do primeiro dia de desfiles  em Paris

O amarelo-limão e os tons claros enfeitaram a apresentação de Luis Buchinho, que enfatizou a beleza das louras e castanhas no elenco de modelos

Luis Buchinho está fora da prestigiosa e cobiçada lista de desfilantes da semana de Paris, que começou hoje, segunda-feira, a mostrar as novidades para o verão 2012. Mas mesmo assim, neste primeiro dia de passarelas em alas improvisadas em galerias de arte, o lusitano que integra a ala de eventos paralelos, se destacou.

Os jornalistas que já estão em Paris - já vieram ou nem foram para Milão, onde os desfiles ainda acontecem - assistiram ã coleção na Salle Commines, um dos endereços favoritos dos paralelos.

Destaques - Buchinho ganhou pelas cores, do branco ao cobre, com salmão, prata e o amarelo-limão, que ainda não emplacou nos guarda-roupas femininos.Tecidos rústicos se misturam com sedosos e suportam fechos na frente das saias, tops e vestidos curtos de crochês e macramês têm o brilho do lurex no material. As modelos estavam bonitas, de cabelos ondeados na barra. 

Nos acessórios, sandálias de solado anabela com tiras de couro natural subindo pelas pernas. E a sala, apesar de ser na Salle Commine, quer dizer, improvisada, funcionou muito bem, com a platéia em bancos em torno do espaço e uma luz branca, forte.

O brasileiro Pedro Lourenço, que integra a lista oficial da semana, vai desfilar amanhã de manhã, em galeria próxima ao hotel Bristol, no Faubourg St. Honoré. Outro brasileiro, o mineiro Victor Dzenk, aapresenta a coleção amazônica em show-room em Paris.