Grêmio X Flamengo: Lincoln surge em Porto Alegre

Sob olhares de Tite, jovem entra e garante empate com o Grêmio aos 49

Porto alegre -  O Flamengo saiu atrás e se viu pressionado, mas fez um grande segundo tempo contra o Grêmio, fora de casa, e arrancou empate em 1 a 1 nos acréscimos, na ida das quartas de final da Copa do Brasil. Na estreia de Vitinho, quem brilhou foi Lincoln, de 17 anos, que igualou o confronto no último lance.

Cariocas e gaúchos decidem a vaga na semifinal daqui a duas semanas, no Maracanã. Em Itaquera, o paraguaio Romero voltou a decidir para o Corinthians na vitória por 1 a 0 sobre a Chapecoense, também pela primeira partida das quartas da Copa do Brasil.

Observadas por Tite, presente no estádio, as equipes fizeram um primeiro tempo de altíssimo nível. A marcação alta do Grêmio desde o início deixou o Flamengo encurralado. Mas a primeira boa chance da partida foi rubro-negra. O time conseguiu sair da pressão, Marlos Moreno girou para cima de Geromel e bateu forte para defesa de Marcelo Grohe, aos dez minutos.

A oportunidade fez bem ao time de Barbieri, que equilibrou as ações e se encontrou no jogo. O gol quase saiu aos 31, em chute de Rodinei que desviou e terminou em mais uma boa defesa de Grohe. A resposta veio em finalização perigosa de Cícero, aos 32.

Na primeira vez em que conseguiu penetrar na área rubro-negra com a bola no chão, o Grêmio abriu o placar com um golaço, aos 38. Léo Moura driblou Marlos, tabelou com Ramiro e cruzou rasteiro no pé de Luan, que bateu sem chances para Diego Alves.

Em vantagem, o Grêmio retomou o controle da partida, mas sem assustar Diego Alves. No começo do segundo tempo, o Flamengo pouco tocou na bola, já que os gaúchos recuperavam rapidamente a posse quando a perdiam. 

Aos poucos, o rubro-negro foi ganhando campo, especialmente após a entrada de Vitinho. A pressão foi enorme no final, e Lincoln garantiu o precioso empate no último lance, aos 49, com assistência de Renê.

Grêmio: Marcelo Grohe, Léo Moura (Léo Gomes), Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Cícero, Ramiro, Luan e Everton (Marinho); André (Jael). Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Éverton Ribeiro, Lucas Paquetá, Diego e Marlos Moreno (Vitinho); Uribe (Lincoln). Juiz: Raphael Claus (SP). Cartão amarelo: Lincoln.