Campeã olímpica em 2010, norueguesa Vibeke Skofterud morre em acidente de jet ski

Campeã olímpica em uma prova dos Jogos de Inverno de 2010, em Vancouver, no Canadá, a norueguesa Vibeke Skofterud teve a sua morte oficialmente confirmada por autoridades do seu país nesta segunda-feira. Ela foi vítima de um acidente de jet ski no sul da Noruega, na noite do último sábado.

O investigador da polícia local Torbjorn Trommestad afirmou que a ex-atleta de 38 anos, aposentada das competições de elite desde 2015, se chocou contra uma ilha de Santa Helena, no arquipélago que fica perto do município de Arendal, quando a escuridão se estabeleceu no sábado e houve também uma forte chuva, deixando a visibilidade ainda mais complicada no local.

Medalhista de ouro da disputa da prova de revezamento 4x5 quilômetros do esqui cross-country na Olimpíada de Vancouver, Vibeke teve seu corpo encontrado no domingo pelas equipes de resgate que a procuravam. De acordo com Trommestad, ela estava voltando para um local reservado a jet skis e onde ela passava um período de férias com o seu namorado, Marit Stenshorne, que denunciou o desaparecimento da norueguesa no sábado.

Nesta mesma prova na qual triunfou no Canadá, a norueguesa também se sagrou campeã do mundo em 2005 e 2011, sendo que acumulou 15 pódios em etapas da Copa do Mundo de esqui cross-country ao longo de sua carreira.

Presidente da Federação Norueguesa de Esqui, Erik Roste afirmou nesta segunda-feira, por meio de um comunicado, que a morte de Vibeke é "uma notícia incrivelmente triste", assim como ressaltou que a ex-atleta era uma "incrível esquiadora de fundo e uma grande pessoa".

Técnico da seleção norueguesa da modalidade, Vidar Löfshus foi outro a lamentar o acidente fatal, que ele qualificou como uma "enorme tragédia". "Nossos sentimentos estão com os familiares de Vibeke e as pessoas mais próximas dela", disse.