Federer, novo número 1 do mundo, conquista 98ª título em Stuttgart

O suíço Roger Federer somou neste domingo em Stuttgart seu 98º título de torneio ATP ao derrotar na final o canadense Milos Raonic em dois sets, 6-4, 7-6 (7/3), um dia após recuperar o topo do ranking mundial.

Após quase três meses longe do circuito por não disputar a temporada no saibro, Federer, 36 anos, voltou a superar o espanhol Rafael Nadal no ranking ATP ao se classificar para a final do torneio alemão, que marcou sua reaparição nas quadras para a temporada na grama.

Vencedor de 20 títulos de Grand Slam, Federer dominou uma final equilibrada que concluiu vencendo o tie-break, justificando novamente a estratégia adotada na temporada passada, quando optou por descansar durante os torneios no saibro europeu, mais exigentes fisicamente.

Com a volta triunfal, Federer se mostrar preparado para fazer frente a Nadal, que na semana passada conquistou Roland Garros pela 11ª vez na carreira.

O jogo de gato e rato pelo topo do ranking entre os dois melhores tenistas continuará nas próximas semanas, com os torneios sobre grama de Halle e, principalmente, Wimbledon (2 a 15 de julho), uma superfície em que Federer se sente mais confortável.

Agora, aos 36 anos e 10 meses, o suíço inicia a 310ª semana da carreira como número 1 do mundo, 14 anos depois de assumir pela primeira vez o posto mais alto do ranking ATP, o que aconteceu em 2 de fevereiro de 2004.

sha/bdx/am