Corpo de Maria Esther Bueno é enterrado em São Paulo

O corpo da ex-tenista Maria Esther Bueno, considerada uma das maiores atletas da história do Brasil, foi enterrado neste sábado (9), no Cemitério da Consolação, em São Paulo.

Vítima de um câncer na boca que se alastrou para outras partes do corpo, ela faleceu ontem (8) aos 78 anos, no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. 

O velório foi realizado hoje (9) no salão oval do palácio do governo paulista.

>> Corpo de Maria Esther Bueno é velado no Palácio dos Bandeirantes em SP

>> Guga exalta trajetória de Maria Esther Bueno: 'Nossa rainha das quadras'

>> Na manchete do JB, em 1959, a importância de Maria Esther Bueno para o esporte brasileiro

Carreira vitoriosa

Em sua vitoriosa carreira, Maria Esther conquistou 19 títulos de Grand Slam e alcançou o topo do ranking feminino em diversas oportunidades. São sete troféus de simples nos quatro principais torneios do circuito, sendo três em Wimbledon e outros quatro no US Open, além de 12 conquistas de duplas - uma delas em mistas.

Nos últimos anos, ela vinha atuando como comentarista de torneios da modalidade no canal SporTV. Com contrato ainda válido, ela tinha planos de participar da cobertura in loco de Wimbledon, no próximo mês. Uma de suas últimas aparições públicas aconteceu no Rio Open, em fevereiro. Na ocasião, estava se recuperando de um procedimento cirúrgico em decorrência do câncer. Discreta, pediu ao canal para não aparecer no vídeo, somente com o áudio dos seus comentários.