Austrália anuncia boicote diplomático à Copa da Rússia

A Austrália não enviará nenhum representante diplomático à Copa do Mundo da Rússia, que tem início na próxima quinta-feira (14).

As informações são da ministra de Relações Exteriores australiana, Julie Bishop, citada pela "ESPN".

O país, que tem a rainha Elizabeth II como chefe de Estado, seguirá o boicote proposto pelo Reino Unido após o envenenamento do ex-espião russo Serghei Skripal em terras britânicas.

Os dois países acusam Moscou de ter provocado o ataque nocivo, realizado com um agente químico de origem soviética.

Além disso, a Austrália diz que a Rússia está envolvida no abatimento do voo MH17, da Malaysia Airlines, que causou a morte de 38 cidadãos do país em 2014.

Contudo, Bishop reforçou que a decisão é de cunho "político" e não tem a ver com a seleção. "O governo australiano não interferirá nas decisões da Federação de Futebol Australiana no Mundial", disse.

Desta maneira, o único representante de Camberra na Copa será o embaixador da Austrália em Moscou.