Flamengo e Vasco duelam no Maracanã em momentos distintos dos times e dos treinadores

Em 2016, o técnico Zé Ricardo, então com 45 anos, precisou de 11 jogos para deixar de ser interino e se tornar técnico do Flamengo. Hoje, Maurício Barbieri, 36 anos, completa, exatamente contra o Vasco, time de Zé Ricardo, 12 jogos como interino do mesmo Flamengo. Mesmo que vença e a equipe rubro-negra se mantenha na liderança do Campeonato Brasileiro, nada garante que Barbieri será, enfim, efetivado. Este é mais um ingrediente para apimentar o clássico de hoje, às 19h, no Maracanã, entre Flamengo e Vasco.  Nas 11 partidas como interino do rubro-negro, Zé Ricardo teve aproveitamento de 51,4%. O curioso é que o atual treinador do Vasco foi efetivado justamente após o time sofrer uma goleada de 4 a 0 para o Corinthians, no Itaquerão. 

Pikachu vê chance de recuperação Hoje é quase impossível que isso volte a acontecer, ainda que o Flamengo não seja goleado. Apesar de o rubro-negro liderar o Brasileiro e já estar classificado para a próxima fase da Libertadores, Barbieri ainda é visto com certa desconfiança na Gávea. E olha que seu desempenho é melhor do que o de Zé Ricardo, há dois anos. Até agora, Barbieri conquistou 66,6% dos pontos disputados. “Qual a diferença de interino e efetivo? Essa coisa de interino é até uma maneira de dar segurança para ele não ficar jogado às feras. Ele é titular da nossa comissão permanente”, desconversou o presidente Eduardo Bandeira de Mello, ao ser perguntado, mais uma vez, se já não era hora de efetivar Maurício Barbieri. Do outro lado a situação é bem diferente. Técnico do Vasco desde o ano passado, Zé Ricardo era uma unanimidade até bem    pouco tempo atrás. Mas a  situação mudou, e hoje o treinador já tem o seu trabalho contestado. Além da eliminação na Libertadores, o Vasco perdeu as duas últimas partidas. Tanto Zé Ricardo quanto os jogadores estão abalados. “Ficamos abatidos mesmo, principalmente com a derrota para o Bahia. Por isso acredito que seja um bom momento para disputarmos um clássico, ainda mais contra o Flamengo. Tivemos a semana toda para trabalhar e uma vitória pode mudar tudo”, afirma Pikachu, um dos poucos jogadores poupados pela torcida.

 Com Juan vetado, Maurício Baribieri confirmou que Léo Duarte fará a dupla de zaga rubro-negra com Réver. No ataque, Henrique Dourado, que havia perdido a vaga para Guerrero, está mantido no ataque, mesmo depois da péssima atuação contra o Emelec. “Temos que ser inteligentes, vamos contar com o apoio da torcida e estamos muito preparados para fazer uma boa partida e manter a liderança do Campeonato Brasileiro, que é um dos nossos objetivos”, afirmou o atacante, que é o vice-artilheiro do time na temporada, com oito gols, um a menos do que Vinícius Júnior. Flamengo: Diego Alves, Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego e Éverton Ribeiro; Henrique Dourado e Vinícius Júnior. Vasco: Martín Silva, Rafael Galhardo, Werley, Breno e Henrique; Bruno Silva, Desábato, Pikachu, Thiago Galhardo e Wagner; Andrés Ríos. Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG).