Palmeiras vence, garante 1º lugar em grupo e mira melhor campanha na Libertadores

Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Palmeiras viajou ao Peru para enfrentar o Alianza Lima pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores e venceu sem dificuldades nesta quinta-feira. Com um time misto, os paulistas fizeram 3 a 1, somam 13 pontos e agora só dependem de si para fechar a fase de grupos com a melhor campanha do torneio.

O primeiro lugar do Grupo H já está garantido. Invicto, o Palmeiras venceu todos os jogos fora de casa nesta fase da Libertadores e empatou uma vez, com o Boca Juniors, em casa. Daqui a duas semanas, o time recebe o Junior, de Barranquilla, pela 6ª rodada, no Allianz Parque.

Só Jailson e Borja, da formação considerada "ideal" do Palmeiras, foram titulares. No banco, Roger Machado tinha à disposição peças como Dudu, Lucas Lima, e Bruno Henrique. Cinco outros titulares nem foram relacionados.

Apesar da formação alternativa, o Palmeiras mostrou entrosamento, aproveitou as fragilidades do adversário tecnicamente mais fraco e não teve problemas para entrar na área rival durante todo o jogo. De pênalti, no segundo tempo, o Alianza Lima marcou seu primeiro gol na Libertadores.

O Palmeiras precisou de menos de dez minutos para mostrar que o Alianza Lima teria dificuldades em casa. Hyoran, de cabeça, e Willian, no canto esquerdo do goleiro Campos, ficaram perto de abrir o placar. O time mostrava velocidade no passe e boa articulação de jogadas ofensivas.

Dominado, o time peruano viu o Palmeiras controlar o jogo com facilidade e, aos 19, Willian recebeu de Moisés para chutar cruzado sem chances para o goleiro rival, abrindo o placar. Ainda pressionando, não demorou para os alviverdes ampliarem a vantagem.

O segundo gol também saiu após assistência de Moisés. De letra, ele achou Hyoran sozinho frente a frente com o goleiro Campos. Aí ficou fácil para o atleta marcar seu primeiro gol na temporada. Ainda no primeiro tempo, Hyoran limpou a marcação na entrada da área e acertou uma bomba na área.

Com a vantagem, o Palmeiras voltou a campo na segunda etapa valorizando a posse de bola, mas sem abrir mão de ir para cima. Mostrava mais capricho nos passes e, desta forma, chegou ao terceiro gol. Após receber de Willian, Mayke deixou Borja de cara para o gol, sem goleiro, e o colombiano aproveitou, aumentando a vantagem palmeirense, aos 21 minutos do 2º tempo.

Pouco depois, Thiago Martins tocou em Hohberg na área. O meia caiu e o árbitro assinalou pênalti para os peruanos, convertido aos 26 minutos por Cruzado. Apesar da derrota praticamente definida e a lanterna do grupo, o primeiro gol do time no torneio foi muito comemorado pela torcida no estádio em Lima.

Com a vitória, o Palmeiras garante o primeiro lugar do Grupo H da Libertadores. Tem 13 pontos. Após empatarem por 1 a 1 na quarta, o Junior Barranquilla tem sete pontos e está na vice-liderança, e o Boca Juniors tem seis. Eliminado, o Alianza Lima continua com apenas um ponto.

FICHA TÉCNICA:

ALIANZA LIMA 1 x 3 PALMEIRAS

ALIANZA LIMA - Campos; Garro, Miguel Araujo, Fuentes e Duclós; Tomás Costa, Cruzado, Vilchez (Maxi Lemos), Hohberg e Velarde (Pósito); Quevedo. Técnico: Pablo Bengoechea.

PALMEIRAS - Jailson; Mayke, Luan (Emerson Santos), Thiago Martins e Victor Luis; Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés; Hyoran (Diogo Barbosa), Borja (Deyverson) e Willian. Técnico: Roger Machado.

GOLS - Willian, aos 19, e Hyoran, aos 31 minutos do primeiro tempo. Borja, aos 21, e Cruzado (pênalti), aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Garro, Velarde, Duclós, Luan e Quevedo.

ÁRBITRO - Gery Vargas (Bolívia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Alejandro Villanueva, em Lima (Peru).