Coreias vão jogar juntas Mundial de tênis de mesa

As jogadoras das equipes de tênis de mesa da Coreia do Norte e da Coreia do Sul rejeitaram a possibilidade de se enfrentarem na final do Mundial por equipes de Halmstad (Suécia) nesta quinta-feira e decidiram se unir para as semifinais, com o apoio da Federação Internacional.

"Ambas as equipes não queriam se enfrentar por uma vaga na semifinal. As conversações terminaram com um acordo entre os líderes das seleções da Coreia do Sul e da Coreia do Norte, validado pela Federação Internacional (ITTF), de apresentar uma equipe coreana unida nas semifinais", explicou a ITTF em comunicado.

Esta formação jogará a semifinal na sexta-feira contra o vencedor do duelo entre Japão e Ucrânia.

A ação representa uma nova prova da aproximação entre os dois países, que desfilaram juntos na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang (Coreia do Sul) em fevereiro e disputaram com uma equipe unida a modalidade de hóquei no gelo.

O presidente sul-coreano Moon Jae-in se reuniu com o líder norte-coreano Kim Jong Un em um encontro de cúpula histórico na última sexta-feira, na qual concordaram trabalhar pela paz permanente e desnuclearização completa da península coreana.

Kim se tornou o primeiro líder norte-coreano a pisar no Sul desde 1953, quando um armistício acabou com a guerra entre os dois países, mas um acordo de paz não foi assinado desde então.

cw/ll/pm/mr