"Não sei explicar", admite Ulreich sobre grave erro em Madri

O goleiro Sven Ulreich admitiu nesta quarta-feira que não sabe explicar seu grave erro na partida contra o Real Madrid (2-2), que contribuiu para a eliminação do Bayern de Munique na semifinal da Liga dos Campeões.

"Queríamos chegar à final e demos o máximo. Cometi esse erro, que não tem sentido. Não sei explicar. Me machuca pelo meu time e por vocês torcedores", escreveu no Instagram o suplente de Manuel Neuer.

"As palavras não podem descrever até que ponto estou decepcionado pela eliminação na Liga dos Campeões", acrescentou.

A imagem do arqueiro sentado sozinho no gramado do Santiago Bernabéu após o jogo rodou o mundo.

Em nome de seus companheiros, Javi Martínez respondeu rapidamente ao texto: "nos salvou a pele várias vezes".

O técnico Jupp Heynckes preferiu não ser muito crítico depois do jogo e dividiu a responsabilidade do gol com Corentin Tolisso, que deu um passe para Ulreich "que não deveria ter feito".

O francês recuou perigosamente uma bola para o seu goleiro, e Ulreich, que pareceu em dúvida se podia pegar a bola com as mãos, protagonizou uma lambança monumental, furando na hora de afastar o perigo. Benzema aproveitou para fazer o gol da virada (2-1).

"Sven fez uma temporada formidável", disse Heynckes após a partida. "Tem somente uma mancha. Queria agarrar a bola com a mão, mas se deu conta de que não era possível, se confundiu. É doloroso para ele e para todo o time", indicou o treinador.

cpb/sg/dr/fa