Prefeitura de Curitiba apaga homenagem a Cyborg; entenda o caso

Atual campeã peso-pena do Ultimate, Cris Cyborg teve apagada uma homenagem feita pelo prefeito anterior de Curitiba; ação foi feita por Rafael Greca, atual prefeito da cidade

Atual campeã peso-pena do Ultimate e grande representante brasileira no MMA, Cris Cyborg foi pega de surpresa com uma ação prefeitura de Curitiba, cidade onde a lutadora nasceu. Isto porque uma homenagem feita pela artista plástica Siss para Cyborg, na concha acústica da Praça Afonso Botelho, foi apagada pela atual prefeitura. A obra retratava, além da lutadora, o Jardim Botânico e outros esportes, como o parkour e o skate, e teve a autorização do prefeito anterior para ser colocada no local.

Na última sexta-feira (23), a ação da prefeitura da capital paranaense foi noticiada pelo jornal “Gazeta do Povo” e Cyborg, em entrevista ao blog “Luta Livre”, revelou seu descontentamento, ressaltando que sua história não será apagada por conta disso.

- Na realidade, não é deletando minha imagem na praça que minha história se apaga. Não tem como apagar onde estou marcada, no coração dos meus fãs e seguidores. Isso é o mais importante. Se o prefeito de Curitiba não apoia uma atleta que representa a cidade, imagina outros atletas. Uma vergonha. O correto seria motivar o esporte para os jovens. Eu e minha equipe Nação Cyborg estamos divulgando o esporte e dando oportunidade para jovens praticarem esporte em Colombo, onde temos um projeto social e também faremos um evento. Obrigada à prefeita de Colombo por abrir as portas para nosso projeto -, disse Cris Cyborg.

Através do Facebook, o atual prefeito de Curitiba, Rafael Greca, falou sobre o motivo de ter solicitado que a obra fosse apagada: - #CuritibaVoltaASerCuritiba Mármore branco Paraná restaurado em seu elegante esplendor na Praça Afonso Botelho. #ZeladoriaUrbana O monumento foi revestido com resina anti pichações. Mármore não se pinta. #TudoLimpo #Curitiba325 anos - .

Além de Cris Cyborg, o pai e o irmão da campeã peso-pena do Ultimate também deram sua opinião sobre o caso e se mostraram revoltados com a atitude tomada pela prefeitura da cidade.

- Que m*** que você fez. Vai arrumar a linha verde que não anda. Votei em você. Não voto mais. Nem se for candidato a síndico do prédio - , afirmou Rafael Jackal, irmão de Cris e também lutador de MMA.

- Mas que babaca, tirou a pintura que representava o Jardim Botânico e junto à pintura da Cris, nossa campeã mundial peso-pena do UFC, que representa o Brasil e, com muito orgulho, o Paraná. Com certeza o amado prefeito vai sugerir o nome de algum político que faz parte da matilha dele -, disse Jurandir Venâncio Justino, pai de Cyborg.

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!

(Foto: Reprodução)

Homenagem foi apagada pela atual prefeitura (Foto: Reprodução)