Raikkonen surpreende e é pole em Mônaco; Hamilton é 13º

Finlandês marca sua primeira pole position desde 2008 em grande performance

A Ferrari foi o carro a ser batido neste sábado (27) em Mônaco. No entanto, não foi o líder do campeonato, Sebastian Vettel, que deu as cartas no principado na classificação para a corrida deste domingo.

Kimi Raikkonen surpreendeu a todos e cravou sua primeira pole position desde o GP da França de 2008 (128 GPs atrás) voando pelas ruas de Monte Carlo. O piloto da Ferrari fez o tempo de 1min12s178 para garantir sua 17ª pole na carreira e primeira em Mônaco desde 2005.

O finlandês terá a seu lado na primeira fila seu companheiro de Ferrari, Sebastian Vettel, que ficou a 0s043 de seu tempo. Valtteri Bottas bem que tentou, mas sairá de terceiro após ficar a 0s045 do compatriota. 

As Red Bulls sairão de quarto e quinto lugares, com Max Verstappen e Daniel Ricciardo.

Vice-líder do mundial e vencedor da última edição do GP de Mônaco, Lewis Hamilton vai largar apenas de 13º no grid. O piloto britânico da Mercedes enfrentou muitos problemas com o equilíbrio de sua Mercedes durante o Q2 e não conseguiu fazer boa volta. Em sua última tentativa, ele teve azar após um acidente de Stoffel Vandoorne e ficou com o 14º melhor tempo.

Felipe Massa não teve um bom dia. O piloto passou para o Q2, mas ficou com o 15º tempo (largará em 14º). Ele não conseguiu encontrar um bom ritmo com o carro na Williams e não realizou um bom trabalho.

De volta à F1 neste final de semana, Jenson Button foi obrigado a perder 15 posições no grid de largada por mudanças em sua unidade de potência. A McLaren trocou seu MGU-H e o turbo. Por isso, o britânico sairá em último apesar de ter chegado ao Q3 e se classificado em nono.

Também punido por um toque com Felipe Massa na Espanha, Stoffel Vandoorne se classificou em 10º após bater no final do Q2, mas largará em 13º após perder três posições no grid devido a um acidente com Massa na Espanha.

Depois de bater no último treino livre, Esteban Ocon entrou na pista na metade do Q1 após a Force India reparar seu carro e se qualificou na pista em 16º lugar, sendo cortado no Q1.

Q1

Com vários carros entrando na pista logo no início da sessão, Vettel cravou o primeiro tempo nos primeiros minutos. Com 1min13s289, ele liderou antes de Max Verstappen fazer o tempo de 1min13s278 com sua Red Bull. Daniel Ricciardo roubou o tempo mais veloz de seu companheiro Verstappen, fazendo 1min13s219.Mas Max deu o troco, cravando o tempo de 1min13s078 à frente das Ferraris de Vettel e Kimi Raikkonen.

Após rodar na Mirabeau, Grosjean voltou de maneira perigosa, andando na contramão.

As Mercedes foram discretas, com Bottas em quinto e Hamilton em décimo.

Foram cortados Ocon, Palmer, Stroll, Wehrlein e Ericsson.

Q2

Aumentando um pouco o ritmo do Q1, Kimi Raikkonen cravou o tempo de 1min12s780, à frente de Vettel e Verstappen. Com problemas, Hamilton por muito pouco não bateu no muro da Massenet durante suas primeiras voltas rápidas.

O finlandês ainda melhorou seu tempo para 1min12s231. Vettel ficou atrás, com Verstappen em terceiro.

No fim, Stoffel Vanddorne encontrou o muro e acabou prejudicando todos que ainda estavam fazendo voltas. Entre eles, Lewis Hamilton.

Foram cortados Kvyat, Hulkenberg, Magnussen, Hamilton e Massa.

Q3

Raikkonen foi o mais veloz no início da sessão, cravando 1min12s296, 0s7 à frente de Daniel Ricciardo. O piloto ainda melhorou com 1min12s178, e viu seu companheiro de equipe se colocando a seu lado na primeira fila.

Bottas tentou, mas ficou a 0s002 de Vettel, em terceiro, com as duas Red Bulls atrás.

A largada para o GP de Mônaco acontece às 9h da manhã neste domingo.