CBF mantém Micale apesar da eliminação no Mundial Sub-20

O técnico Rogério Micale continua prestigiado na CBF, mesmo depois de o Brasil não ter ficado entre os quatro melhores na América do Sul, o que deixou a Seleção Sub-20 fora da próxima edição do Mundial da categoria. A favor dele pesa a medalha de ouro inédita conquistada na Olimpíada do Rio.

O time Sub-20 terminou o hexagonal classificatório para o Mundial na quinta posição, atrás de Uruguai, Equador, Venezuela e Argentina.

Em 2013, a equipe também não alcançou a classificação para o Mundial e em 2015 só conseguiu a vaga ao ficar em quarto lugar.

Para Micale, a eliminação desta vez foi “circunstancial”. Na conversa com os dirigentes da CBF, ele argumentou que o Brasil estava no Mundial até os 49 minutos do segundo tempo do jogo com a Argentina, o penúltimo do time no Sul-Americano.

Naquela partida, o Brasil vencia por 2 a 1 e cedeu o empate nos acréscimos. Se tivesse vencido, teria chegado à última rodada (contra a Colômbia) em condições de disputar o título. Mas tudo mudou e um novo empate (0 a 0 com os colombianos) selou o vexame da Seleção.

Ele sustentou também para os dirigentes da confederação que a Olimpíada tirou o foco do Sul-Americano, porque durante meses a prioridade da base foi a medalha nos Jogos do Rio.