Eduardo elogia Veiga, mas alerta para concorrência de Moisés e Guerra

O meia Raphael Veiga já poderia estar trabalhando com o técnico Eduardo Baptista desde a última temporada. Em 2016, o jovem de 21 anos fez sua estreia pelo Coritiba e logo foi indicado pelo reinador que ainda comandava a Ponte Preta . Hoje, comandando Veiga no Palmeiras, Baptista teceu diversos elogios ao jogador.

"Muito da reação do Coritiba no ano passado foi quando o Rafael entrou no time e já começou a despertar a atenção. Logo no começo, eu já indiquei pra Ponte Preta dizendo que era diferenciado. Depois ele começou a jogar mais e ficou maior do que o poderio financeiro que a Ponte tinha. O amistoso contra a Ponte Preta era uma curiosidade minha, porque ele vinha treinando bem, então queria vê-lo jogando no estádio, com pressão e ele parece não sentir. Temos que ter paciência e dar trabalho para ele. Com a qualidade que tem, pode participar mais do jogo, mas a personalidade dele é um ponto favorável", disse o treinador em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta .

Rafael Veiga foi titular nos dois jogos amistosos do Palmeiras nesta pré-temporada, contra Chapecoense e Ponte Preta. O Verdão, no entanto, ainda não conta com Moisés, camisa 10 da equipe, e Guerra, melhor jogador da última edição da Copa Libertadores. Assim, Eduardo Baptista espera que o jovem aproveite bem as oportunidades antes que vem recebendo para ganhar confiança no Alviverde.

"Por enquanto não podemos contar ainda com o Guerra, e ele vem treinando muito bem. Temos que trabalhar o dia a dia. O importante é que todos os jogadores do meio-campo têm a qualidade do passe, participam bastante e isso que me deixa contente. O Rafael é um jovem que é ótimo que tenha espaço e mostre personalidade, precisa aproveitar esse período porque logo o Moisés e o Guerra começam a atuar", completou.

O Palmeiras voltará a trabalhar na manhã desta segunda-feira. O time disputará um jogo-treino contra o Nacional, na Academia de Futebol. A estreia oficial no ano será no próximo domingo, dia 5 de fevereiro, contra o Botafogo-SP, no Palestra Itália. A partida será válida pela primeira rodada do Paulistão.