Santos descarta assumir Pacaembu, mas promete usar o estádio em 2017

A Vila Belmiro segue sendo o estádio do Santos em 2017. Em entrevista coletiva, o presidente Modesto Roma declarou que o clube não tem condições de assumir os gastos do Pacaembu e garantiu que a equipe segue mandando seus jogos em sua cidade-sede.

"Não temos condição de assumir os custos do Pacaembu. Somos somente locatários. Usuários eventuais", explicou o mandatário santista.

Apesar de refutar a ideia de assumir o controle do estádio, Modesto valorizou a possibilidade de utilizá-lo esporadicamente na próxima temporada. O Peixe costuma levar algumas de suas partidas para São Paulo, com o intuito de atrair os torcedores que moram na capital paulista e não que têm a oportunidade de descer a serra para acompanhar os confrontos.

"Pretendemos mandar diversos jogos nesse ano no Pacaembu. Agora, o Santos assumir um custo, tudo o que é preciso fazer, é muito difícil. É preciso construir banheiros, melhorar acomodações, melhorar tudo. E não temos nenhuma resposta. Não pode fazer show, eventos fora futebol, não há estacionamento. Nem camarote tem, porque são da Prefeitura. Já disse ao Doria (prefeito de São Paulo, eleito em 2016). Tive uma reunião muito produtiva com ele", completou

Em 2016, a parceria Santos-Pacaembu acabou dando certo, com a equipe comandada por Dorival Jr. conquistando resultados importantes. Foi um total de cinco partidas disputadas no estádio, com o time do litoral vencendo todas elas. Apenas no 1 a 0 sobre o São Paulo, a equipe Alvinegra não atuou como mandante.