'The Guardian': Escândalo de abuso sexual de menores abala futebol inglês

Reportagem conta caso de jogadores que sofreram abuso no início da carreira

Matéria publicada neste domingo (27) pelo The Guardian conta que após duas décadas de silêncio, o ex-jogador de futebol inglês Andy Woodward revelou que sofreu abuso sexual no início de sua carreira por um técnico.

De acordo com reportagem do jornal britânico o executivo-chefe da Associação de Jogadores Profissionais, Gordon Taylor afirmou que o número de jogadores que fazem alegações de abuso sexual infantil no futebol agora já passou dos 20. 

Woodward foi o primeiro a falar abertamente sobre abusos desse tipo na Grã-Bretanha e foi seguido por outros atletas: Steve Walters e Paul Stewart, relata o Guardian.

O Guardian diz que Woodward renunciou o direito de anonimato, garantido a vítimas de abuso sexual no país, para contar com detalhes o que aconteceu quando jogava nas categorias de base do Crewe Alexandra - time do noroeste da Inglaterra.

O diário acrescenta que Leeds e Blackpool foram dois dos sete clubes citados por Gordon Taylor por envolvimento no escândalo de abuso sexual infantil.

Leeds e Blackpool ainda não comentaram as acusações, finaliza The Guardian.