United teme que separação da mulher tenha afetado desempenho de Martial

A comissão técnica de José Mourinho espera que o atacante francês Anthony Martial recupere a boa forma após ter marcado o primeiro gol no ano pelo Manchester United. A preocupação do clube inglês é de que o divórcio pelo qual o jogador passou tenha prejudicado o seu rendimento no início desta temporada europeia.

Segundo o jornal The Daily Telegraph, Martial se separou neste ano da mãe de sua filha de 15 anos, Samantha. O nível do futebol mostrado pelo atleta caiu após o episódio, o que levou o francês a perder a condição de titular. No domingo, contudo, ele saiu do banco de reservas e anotou o gol do United no empate por 1 a 1 com o Stoke City.

Contratado do Monaco por R$ 202,6 milhões, em setembro do ano passado, Martial teve um bom desempenho na primeira temporada pelo United. Apesar dos problemas enfrentados pelo time sob o comando de Louis van Gaal, o jogador anotou 17 gols nos 49 jogos que disputou com a camisa vermelha.

A queda no rendimento do atleta começou a se tornar visível durante a última edição da Eurocopa, após o jogador de 20 anos disputar apenas 68 minutos na campanha que levou a seleção da França até a final do torneio. De acordo com o jornal The Guardian, Mourinho vê Martial como um "talento raro", mas espera que o atacante ignore os problemas extracampo para reencontrar seu potencial máximo no United.