Cleiton Xavier nega favoritismo e cita Choque-Rei de 2015 como exemplo

A um dia do clássico entre Palmeiras e São Paulo, que acontece nesta quarta-feira, no Palestra Itália, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, Cleiton Xavier analisou o duelo e pregou respeito ao rival. Apesar de viverem situações completamente distintas na temporada, o meia relembrou o Choque-Rei do ano passado, especial tanto pela vitória, quanto por um motivo peculiar para o jogador.

Um dos atletas mais experientes do Verdão, o camisa 10 jogou sua 100ª partida pelo clube justamente contra o Tricolor, no dia 28 de junho de 2015, pela nona rodada do Brasileirão. Naquela época, o Alviverde vivia um momento de instabilidade no torneio e se apresentou para o confronto na 14ª colocação da tabela. O time do Morumbi, por sua vez, era o vice-líder. Cleiton Xavier entrou aos 31 minutos do segundo tempo e ajudou a equipe a golear o rival, por 4 a 0. Por isso, mesmo com um cenário favorável ao Palmeiras, o atleta rechaçou qualquer vantagem e pediu respeito ao adversário.

"Não tem essa de favoritismo. Todo clássico é complicado e não será diferente. Ano passado aconteceu com a gente. Não vivíamos um bom momento no Brasileiro, mas vencemos o São Paulo, pegamos mais confiança e ficamos oito jogos sem perder. Por essas e outras que esse tipo de jogo é especial. Uma vitória no clássico é fundamental para levantar a moral e ajudar na sequência da temporada. Assim como nós, eles também sabem da importância dessa partida e ninguém vai querer perder", afirmou o Cleiton Xavier, em alusão à sequência de seis vitórias e um empate do clube entre a 9ª e a 15ª rodada do Brasileiro de 2015.

Apesar do equilíbrio nos últimos duelos - os dois clubes já se enfrentaram mais três vezes desde aquela partida, com retrospecto de uma vitória para cada lado e um empate -, os times vivem realidades opostas. Líder da competição, o Palmeiras soma 43 pontos. Já o São Paulo, com 28, ocupa o 12º lugar.

O meia já marcou três gols na competição e é o segundo maior garçom do Palmeiras no torneio, com cinco assistências. Cleiton é também o segundo jogador do elenco atual com mais jogos pelo Verdão, com 129 apresentações, atrás apenas do goleiro Fernando Prass, que soma 195.