Italianos se dão bem em sorteio da Liga Europa

Uefa ainda anunciou mudanças nas regras da Champions

Roma, Sassuolo, Fiorentina e Inter de Milão conheceram nesta sexta-feira (26) os seus adversários na fase de grupos da Liga Europa e se deram bem no sorteio.    

A equipe da capital italiana, eliminada da pré-Liga dos Campeões pelo Porto, está no grupo D e enfrentará o Viktoria Plzen, da República Tcheca, o Áustria Viena e o Astra Giurgiu, da Romênia.    

Já a Inter de Milão caiu no grupo K ao lado do Sparta Praga, da República Tcheca, do Southampton, da Inglaterra, e do Hapoel Be'er Sheva, de Israel. Por sua vez, a Fiorentina encara os gregos do Paok, os tchecos do Slovan Liberec e os azéris do Qarabag pelo grupo J.    

O Sassuolo, por sua vez, enfrenta na primeira fase o tradicional Athletic Bilbao, da Espanha, os belgas do Genk e os austríacos do Rapid Viena. A equipe caiu no grupo F.    

Confira todos os grupos: 

Grupo A: Manchester United, Fenerbahce, Feyenoord e Zorya; 

Grupo B: Olympiacos, Apoel, Young Boys e Astana; 

Grupo C: Anderlecht, Saint-Etienne, Mainz e Qabala; 

Grupo D: Zenit, AZ Alkmaar, Maccabi Tel-Aviv e Dundalk; 

Grupo E: Viktoria Plzen, Roma, Áustria Viena e Astra; 

Grupo F: Athletic Bilbao, Genk, Rapid Viena e Sassuolo; 

Grupo G: Ajax, Standard Liége, Celta de Vigo e Panathinaikos; 

Grupo H: Shakhtar Donetsk, Braga, Gent e Konyospor; 

Grupo I: Schalke, Red Bull Salzburg, Krasnoda e Nice; 

Grupo J: Fiorentina, Paok, Slovan Liberec e Qarabag; 

Grupo K: Inter de Milão, Sparta Praga, Southampton e Hapoel Be'er Sheva; 

Grupo L: Villarreal, Steaua Bucareste, Zurique e Osmanlispor.    

- Mudanças na Champions: A Uefa anunciou ainda mudanças para a Liga dos Campeões a partir da temporada 2018/2019. A partir daquele ano, as quatro primeiras equipes dos campeonatos nacionais que têm ranking mais alto se classificarão automaticamente para a fase de grupos - bem como o campeão da Liga Europa do ano anterior.    

Em nota, a entidade informou que não haverá mudanças no estilo da Champions, apenas no seu acesso a ela e que a medida seguirá até o torneio 2020/2021. Com as mudanças, o espaço para os campeões de ligas nacionais menores ficará menor.    

"A evolução das competições Uefa para os clubes nasce das vastas consultas com todos os interlocutores e leva em consideração uma ampla gama de competências e perspectivas. As modificações continuarão a garantir a qualificação com base no mérito esportivo e o direito de todas as federações e seus clubes de participarem das principais competições europeias", disse o secretário-geral interino da Uefa, Theodore Theoridis.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais