Esposa de ex-atleta do vôlei revela que teve de pagar para marido levar tocha olímpica

Raquel fez desabafo nas redes sociais: R$ 1.985 para que Gustavo levasse símbolo

A esposa do ex-jogador da seleção brasileira de vôlei Gustado Endres revelou em post em rede social que teve de pagar R$ 1.985 pela tocha olímpica. De acordo com Raquel Endres, o objeto só é presenteado aos condutores escolhidos por patrocinadores. 

"Eu comprei a tocha para o meu marido (contra a vontade dele) pois quis que ele tivesse em mãos este símbolo tão importante para atletas em geral e que especialmente como ele por inúmeras vezes vestiu a camisa do Brasil tanto orgulho e dedicação, conquistando inclusive alguns títulos internacionais, entre eles medalha de ouro e de preta olímpicas!", escreveu Raquel Endres, em uma publicação com a foto da nota da compra.

Raquel ainda contou que uma funcionária da organização do revezamento da tocha afirmou que Gustavo era "apenas um condutor como outro qualquer" e, como foi escolhido pela Prefeitura de Passo Fundo, sua cidade natal, não teria direito ao símbolo olímpico.

"A minha indignação é que: 1- meu marido não é qualquer um e o currículo dele prova isso dentro do esporte! 2- o desdém e a grosseria da organizadora com um atleta olímpico. 3- o valor da tocha ser de R$ 1.985 e só poder ser pago no cartão visa e em no máximo 3 vezes. Quero compartilhar com meus amigos esta indignação!", publicou Raquel.