Revista 'Time' confunde Joel Santana com preso da Lava-jato e deve ser processada

Treinador terá reunião com advogados nesta segunda-feira para decidir qual medida será tomada

Confundido pela revista norte-americana “Time” com o marqueteiro João Santana, preso pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato ao lado da esposa Mônica Moura, o técnico estuda com seus advogados que medidas tomar em relação à publicação que colocou uma foto dele no lugar da imagem do investigado. 

De acordo com nota publicada em jornal de grande circulação, Joel pedirá US$ 10 milhões (mais de R$ 36,2 milhões) de indenização na Justiça por danos morais. 

O treinador, no entanto, afirma que foi orientado a não se pronunciar sobre o ocorrido até segunda-feira (14), quando terá uma reunião com os seus advogados para decidir o que fazer sobre o assunto. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais