Flamengo atuará com camisa em alusão aos 35 anos do título mundial

Dez meses antes do aniversário do título mundial sobre o Liverpool, em 1981, o Flamengo já dará início às comemorações dos 35 anos da conquista nesta noite, quando o Rubro-Negro voltará ao Espírito Santo para a partida contra o América-MG, pela Primeira Liga.

Na partida que vale a liderança da competição, o Flamengo terá, na manga da camisa, um decalque em alusão à conquista conseguida em 13 de dezembro de 1981, com dois gols de Nunes e um de Adílio, no estádio nacional de Tóquio.

O diretor de marketing do Rubro-Negro, Bruno Spindel, justificou a homenagem ao comentar o maior título da história do clube e uma tentativa de aproximar ainda mais o comércio das lojas oficiais e os benefícios dos sócios-torcedores na obtenção de produtos.

“Estamos sempre trabalhando para criar novas vantagens para o rubro-negro ter orgulho de ser sócio-torcedor. Esta é uma que nos deixa feliz, que une o Manto Sagrado ao título mais importante da história do clube. É mais uma forma de integrar o nosso projeto de lojas oficiais com o programa de sócio-torcedor”, declarou.

Pelo seu perfil do Twitter, o clube divulgou um dos escudos que levará na camisa diante do América-MG, nesta quarta, que se refere ao programa de sócios. O outro ficou sob suspense.

Agência de propaganda controlará programa de sócio

Depois da escolha do autor e humorista Antonio Tabet para compor a vice-presidência de comunicação do clube, em agosto de 2015, o Flamengo ganhou mais um reforço na área de marketing. A empresa de publicidade e propaganda NBS fechou parceria com o Rubro-Negro para cuidar do branding da marca e do programa de sócio-torcedor do clube.

A primeira meta da empresa é aumentar o número de sócios. De acordo com dados atualizados do Torcedômetro, ranking de torcidas do país inteiro, o Flamengo tem o oitavo maior programa de sócios-torcedores, com 61.686 signatários. Pouco para o time que é conhecido como o de maior massa do Brasil.

“O Flamengo é um grande cliente para uma agência de publicidade. São milhões de pessoas apaixonadas pela marca e vejo muitas oportunidades para trabalhar essa paixão. Temos muito trabalho pela frente, mas tenho certeza que vai ser incrível”, falou André Lima, um dos sócios da NBS e vice-presidente de Criação e Planejamento.