Técnico não viu desrespeito de Messi e Suárez em pênalti

Para o treinador do Celta de Vigo, cobrança foi apenas "diferente"

O pênalti cobrado por Messi servindo Suárez, que veio de trás para finalizar e marcar o gol foi o grande destaque do futebol europeu no final de semana. E em meio a quem critique a atitude dos dois craques blaugranas por considerar que o lance foi desrespeitoso, o técnico do Celta garante que não achou a jogada ofensiva.

Eduardo Berrizzo minimizou os comentários acerca de uma suposta falta de respeito de Messi e Suárez, e apenas limitou-se a destacar a cobrança incomum: "O pênalti foi cobrado de uma maneira diferente, nada mais que isso".

Para o comandante, ver seu time sofrer tantos gols no segundo tempo é que foi o mais doloroso, e a maneira com que eles foram anotados foi o de menos.

“Os atacantes do Barcelona são vorazes no ataque. Mas eles jogam de forma respeitosa contra seus adversários. O pênalti foi cobrado dentro das regras. Ter levado os gols me machucou mais do que a forma como foram marcados”, declarou.

Comentando o desempenho assustador dos culés na parte final da partida, que até o momento era equilibrada, o técnico mencionou que o talento do ataque rival foi o que proporcionou a goleada.

"O talento dos jogadores do Barça fez com que o resultado ficasse elástico no segundo tempo", opinou.