Copa Verde 2016 será a primeira competição carbono zero do Brasil

Para incentivar a reciclagem de lixo, haverá troca de ingressos por garrafas pet

A Copa Verde deste ano vai ficar marcada pelo que acontecer dentro de campo, mas seu lugar na história já está reservado, antes mesmo da bola rolar. Esta será a primeira competição carbono zero do futebol brasileiro, com um pacote de iniciativas sustentáveis e compensação de todo o CO2 emitido durante o campeonato, organizado pela CBF.

Para incentivar a reciclagem de lixo, haverá troca de ingressos por garrafas pet em partidas no Acre, Amapá e Mato Grosso do Sul. Nos postos credenciados, o torcedor poderá levar garrafas e trocar por uma entrada. A Copa Verde será disputada por 18 clubes de 12 estados do Centro-Oeste e Norte, regiões que contam com dois grandes patrimônios naturais do país: o Pantanal e a Floresta Amazônica.

O campeão receberá dois troféus: a taça convencional, entregue à equipe vencedora após a decisão, e uma árvore da flora brasileira, prêmio vivo que vai ser plantado na sede ou no CT do clube vencedor. Como representante da fauna tupiniquim, a Arara Vermelha foi escolhida a mascote da competição.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais