Fifa proíbe contratações de Real e Atletico de Madrid

Punição atinge as janelas de transferência de 2016 e 2017

A Fifa anunciou nesta quinta-feira (14) que os clubes Real Madrid e Atletico de Madrid estão proibidos de contratar e negociar jogadores nas próximas duas janelas de transferência. A punição, semelhante a já aplicada ao Barcelona, é referente "ao registro de jogadores com menos de 18 anos".

    "Os dois clubes violaram diversas disposições relativas à transferência internacional e o primeiro registro de jogadores menores de idade bem como outras disposições pertinentes no registro e na participação dos atletas em algumas competições", emitiu em comunicado a entidade.

    Segundo a Fifa, a decisão foi tomada após uma investigação - conduzida pelo Comitê de Disciplina - ter encontrado "elementos específicos" que comprovam os problemas. Real e Atletico terão 90 dias para corrigir a situação e ainda terão que pagar multas de 900 mil francos suíços (R$ 3,6 milhão) e 360 mil francos suíços (R$ 1,4 milhão), respectivamente, pelos erros.

    O Comitê informou que a inscrição e a transferência irregulares dos menores ocorreu entre os anos de 2007 e 2014, no caso do Atletico, e entre 2005 e 2014 no caso do Real Madrid.

    "A Fifa trabalha duro para proteger os direitos dos jogadores com menos de 18 anos - sejam homens, mulheres, amadores ou profissionais", informou ainda a entidade em nota.

    A punição não atinge a atual janela de transferência e começará a valer a partir da janela de Inverno (na Europa) ainda em 2016 e no Verão de 2017. (ANSA)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais