Incompleta, lista de convocados do Chile é divulgada com novidades

Nesta segunda-feira, o técnico da seleção chilena, Jorge Sampaoli, divulgou a lista de convocados para a disputa das próximas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra Colômbia e Uruguai. A relação tem novidades e ainda não está completa.

O treinador chamou 19 jogadores até o momento, sendo que todos defendem clubes do exterior. A lista será concluída nos próximos dias, com os atletas que atuam em times que disputam o Campeonato Chileno.

Uma das principais novidades do Chile é Bryan Rabello, que joga pelo Santa Laguna, do México. O volante não era relacionado desde outubro de 2013, nas duas partidas derradeiras das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Outro que retorna à seleção é Enzo Roco. O zagueiro do Espanyol, da Espanha, esteve na equipe nacional pela última vez em março deste ano.

Já o centroavante Mauricio Pinilla, que atua na Atalanta, da Itália, não foi convocado nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias para o Mundial da Rússia e, agora, teve seu nome incluído na relação de Sampaoli. O lateral esquerdo Eugenio Mena, do Cruzeiro, é o único representante do futebol brasileiro dentre os convocados.

Pela terceira rodada da fase classificatória para a Copa do Mundo de 2018, o Chile enfrenta a Colômbia no dia 12 de novembro. Na quarta rodada, tem compromisso marcado com o Uruguai no dia 17 do mesmo mês. A Roja aparece na terceira colocação da tabela, com seis pontos conquistados.

Confira a lista completa de convocados:

Goleiro: Claudio Bravo (Barcelona-ESP);

Defensores: Miiko Albornoz (Hannover-ALE), Francisco Silva (Jaguares-MEX), Enzo Roco (Espanyol-ESP), Mauricio Isla (Olympique de Marselha-FRA), Gonzalo Jara (Mainz 05-ALE), Gary Medel (Inter de Milan-ITA) e Eugenio Mena (Cruzeiro);

Meio-campistas: Marcelo Díaz (Hamburgo-ALE), Matías Fernández (Fiorentina-ITA), Felipe Gutiérrez (Twente-HOL), Carlos Carmona (Atalanta-ITA), Arturo Vidal (Bayern de Munique-ALE) e Bryan Rabello (Santos Laguna-MEX);

Atacantes: Alexis Sánchez (Arsenal-ING), Eduardo Vargas (Hoffenheim-ALE), Jorge Valdivia (Al Whada-EUA), Fabián Orellana (Celta de Vigo-ESP) e Mauricio Pinilla (Atalanta-ITA).