Stock Car: Marcos Gomes começa na frente em Curitiba

O vice-líder Marcos Gomes parece disposto a aproveitar a ausência do ponteiro da classificação Cacá Bueno na 6ª etapa da Stock Car, marcada para domingo no Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais. O piloto da Voxx Racing foi o mais rápido dos treinos livres de hoje, que não contaram com a presença do pentacampeão em função da suspensão de uma prova recebida por ofensas a membros da Confederação Brasileira de Automobilismo na corrida de Ribeirão Preto em abril. As chances de Gomes na rodada dupla são enormes, já que a diferença entre ambos é de apenas seis pontos - 113 a 107.

Com temperaturas bem mais altas que na passagem anterior pela capital paranaense há dois meses, a sexta-feira da Stock Car foi normal e até mesmo os fiscais de pista tiveram pouco trabalho com o reduzido número de escapadas da pista. Nos boxes da Prati-Donaduzzi, o 13º lugar e o 20º de Antonio Pizzonia foram recebidos com naturalidade. Campos, quarto colocado no campeonato e incluído no primeiro dos dois grupos de 17 pilotos, chegou até a antecipar a sua posição no fim do dia. "Vou ficar em 13º, porque a pista estará mais fresca e rápida na segunda parte", apostou, depois de fechar em 7º no seu turno.

Campos observou que as diferentes condições de pneus sempre impedem uma comparação mais fiel dos tempos na sexta-feira. "Estamos com pneus catados de várias corridas. Mesmo assim, acho que começamos um pouco melhor que na etapa anterior aqui em Curitiba", comparou. Embora o início dos trabalhos não houvesse sido animador naquela ocasião, Campos fecharia o domingo com uma vitória - a primeira de um local no autódromo - e a liderança do campeonato.

Pizzonia concordou com a avaliação do companheiro. "Estamos com os pneus de Santa Cruz do Sul, onde o asfalto abrasivo acaba com os pneus. Imagino que grande parte dos pilotos estivesse na mesma situação, mas alguns claramente tinham pneus melhores. Além disso, peguei trânsito em minha volta mais rápida", disse. 

Entre os rivais com calçados em condições mais favoráveis estava o belga Laurens Vanthoor, substituto de Cacá na etapa e que, como estreante, andou sempre com pneus zero.

A verdade será estabelecida a partir do segundo treino livre do sábado, quando todos os pilotos realizarão a simulação da tomada classificatória programada para o início da tarde.