Livro lançado no Rio suscita polêmica no Brasileirão de 2013

Obra reúne postagens feitas pelas redes sociais sobre o campeonato, envolvendo o Fla x Flu

Polêmico, assim o autor do livro "O Escândalo do Brasileirão 2013 - Como o Flamengo foi salvo do rebaixamento", Paulo Ricardo Paúl, classifica a sua obra. O livro reúne uma série de postagens pelas redes sociais sobre o campeonato de futebol, feitas em uma mobilização para defender o Fluminense e seus torcedores, que na época estavam sendo hostilizados.

Paúl explica que, após a eclosão do escândalo do Brasileirão naquele ano, no dia 10 de dezembro, foi iniciada uma rede "do bem" nas redes sociais, liderada por ele, com o intuito de apoiar o Fluminense. Torcedores de vários clubes, segundo o autor, entraram na mobilização, inclusive rubro-negros. 

"Logo no início, nós constatamos um favorecimento ao Flamengo e comunicamos o fato formalmente ao Ministério Público de São Paulo e do Rio de Janeiro, além da Procuradoria da República no Rio, a Polícia Federal e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)", conta Paúl. Segundo ele, a mobilização continuou com uma série de discussões e de declarações do promotor de Justiça Roberto Senise, encarregado pelo ICP, de jornalistas esportivos e até de humoristas. A polêmica ganhou espaço nas televisões, rádios, jornais, revistas e nas redes sociais.

"Nós aguardamos um ano e meio para que os resultados do MP fosse revelados por completo, mas isso não aconteceu. Então, diante desse silêncio, resolvemos publicar um livro sobre a mobilização. Inserimos no livro o que consideramos o favorecimento do Flamengo, o qual a partir da escalação irregular do jogador André Santos, no dia 7 de dezembro de 2013, passou a lutar contra o rebaixamento", destaca o autor. A obra foi lançada na semana passada, no Centro do Rio de Janeiro, e durante o evento, Paúl comentou que "os flamenguistas se recusam a ler, como estão demonstrando claramente no Twitter". "Os que interagem no Twitter preferem negar os fatos sem ler o livro, ameaçar processar o autor, além de produzir xingamentos", conta, acrescentando que, como torcedor do Fluminense, quer que a verdade apareça de forma ampla , geral e irrestrita.