Levir blinda elenco atleticano e evita clima de "já ganhou"

Líder do Campeonato Brasileiro com 32 pontos, sendo 10 vitórias em 15 jogos, o Atlético-MG é considerado um dos principais candidatos ao título da competição. Mesmo com o ótimo desempenho, os jogadores utilizam a cautela no discurso.

“A gente vai conquistando esta cara de campeão a cada jogo, com humildade e trabalho. Não podemos relaxar. A gente vem tendo provas de que se não correr, se não colocar o corpo no chão com carrinho, a gente acaba se complicando. Cara de campeão a gente vai mostrando dentro de campo com respeito”,  destacou o meia-atacante Guilherme.

Para o técnico Levir Culpi, o time ainda precisa evoluir. A saída de vários jogadores é um obstáculo para o Atlético ser considerado o principal candidato ao título do Brasileiro.

“Estamos amadurecendo. Saíram 17 jogadores e chegaram oito. Não é um time equilibrado. Time equilibrado é aquele que o torcedor sabe quem são os 11, 13 que sempre jogam. Um time bom só é um time que se repete, que joga muitas vezes e vai buscar regularidade com os jogadores que tem. Nós estamos ainda no caminho de ter um time marcante pra conquistar o título, ponderou o técnico atleticano.

Para evitar o clima de “já ganhou”, Levir Culpi conversa quase que diariamente com os jogadores e confessa que faz uma blindagem no elenco.  “Isso é muito importante. Eu me incluo. A gente se descuida muito rapidamente. As coisas estão muito boas, estão muito bem. A mudança é em um ou dois jogos. Nós brasileiros somos assim. A gente muda de direção muito rapidamente.  Você ganha três jogos, vai todo mundo para a seleção,  todo mundo super valorizado, candidato ao título”.

O Atlético-MG joga novamente em casa na próxima rodada. O adversário será o São Paulo, desta vez no Mineirão, na quarta-feira.