Canadá investiga caso de assédio sexual envolvendo brasileiro do polo aquático

A polícia canadense está investigando um caso de assédio sexual envolvendo um integrante da equipe brasileira de polo aquático nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, de acordo com um comunicado emitido hoje (24) pela instituição.

Segundo a nota da polícia de Toronto, a inspetora de crimes sexuais Joanna Beaven-Desjardins dará uma entrevista coletiva para divulgar mais detalhes da investigação na tarde desta sexta-feira. 

A polícia não informa se o envolvido é vítima ou autor do assédio nem se é homem ou mulher.