Roth mantém suspense na escalação e fala sobre o clássico contra o Fluminense

Clima tranquilo e de muito trabalho. Focados no clássico contra o Fluminense neste fim de semana, o elenco do Vasco realizou um treinamento tático de aproximadamente 45 minutos no gramado de São Januário. Comandados pelo treinador Celso Roth e por toda a comissão técnica, os jogadores foram orientados durante a atividade.

Após o treino, o técnico Celso Roth foi questionado pela imprensa sobre a possível escalação do Vasco para o clássico. O treinador manteve o mistério e preferiu não dar pistas sobre quem vai iniciar a partida.

"Se a gente fechou um pouco o treino, não é para atrapalhar o trabalho da imprensa, mas é para ter um pouco de suspense sobre as coisas que estamos fazendo. Estamos em um mundo tão interligado, que todo mundo sabe de tudo no mesmo instante. A nossa situação de fechar o treinamento é justamente para isso, para deixar essa dúvida. Treinamos muito bem, apesar de estarmos em um ritmo alucinante, saindo de um jogo, indo para outro decisivo. Nós fizemos hoje um um treinamento tático, onde tivemos que segurar muito, apesar de ter tido tempo razoável de 45 minutos. O treinamento tático é mais em termos de ideia do que movimentação física", garantiu o comandante vascaíno.

Com um clima acirrado por conta do clássico com o Fluminense, o técnico acredita que as provocações dos torcedores são normais no futebol. "Provocações acontecem. O que a gente não compactua é com a violência. Eu acho que essas provocações de torcedores  não levam ninguém a extrapolar nada, está ótimo. Isso estou falando no nível de torcedores. Os profissionais jogam e fazem a coisa acontecer, pela necessidade profissional, do grupo, e porque somos pagos para ganhar, seja clássico ou não. O clássico tem um sabor totalmente diferente, sabemos disso. Estamos mal no campeonato em termos técnicos e de rendimento e o Fluminense está fazendo uma boa campanha. Esse é um ingrediente que faz com que a gente veja o clássico de uma maneira boa, singular", afirmou.