Copa América: Equador vence México por 2 a 1


Equador e México realizaram na noite desta sexta-feira uma melancólica despedida da Copa América no Estádio El Teniente. No primeiro confronto da terceira rodada do Grupo A da competição, o time treinado por Gustavo Quinteros conseguiu a primeira vitória, por 2 a 1, graças à boa atuação do atacante Enner Valencia e seu parceiro Miller Bolaños, que participaram de ambos os gols. Jiménez descontou de pênalti para os mexicanos. 

Com os três pontos conquistados, o Equador subiu para a terceira posição da chave, mas o saldo negativo de dois gols deve impedir que a seleção se classifique como em uma das duas vagas de melhores terceiros, embora haja a chance disso acontecer. Com dois pontos, o time secundário do México terminou na lanterna.

O mistão mexicano foi dominado desde o início pelo Equador, que havia perdido os dois jogos que realizou na competição, para Chile e Bolívia. Enner Valencia, destaque equatoriano na última Copa do Mundo, foi crucial para o resultado do confronto desta sexta-feira.

No primeiro tempo, o atacante tentou finalizar contra Corona, mas teve seu chute travado e desviado. Bolaños acompanhou o lance por trás da zaga e aproveitou o gol livre para empurrar para as redes. O lance foi aos 25min e deu a justa vantagem aos equatorianos, tamanha a superioridade dentro de campo.

Valencia acertou o pé na etapa complementar. Após um lançamento preciso de Bolaños pelo chão, o camisa 13 do Equador só deslocou Corona para ampliar a vantagem, que foi mantida por pouco tempo. O segundo gol equatoriano saiu aos 11min, mas em sete minutos o México descontou, em cobrança de pênalti de Jiménez.

Se o Equador manteve vivas as chances de avançar às quartas de final com a vitória, Bolívia e Chile garantiram antecipadamente a classificação, independentemente de quem sair vitorioso no duelo que fecha o Grupo A.